Posts tagged ‘o pastor’

02/10/2015

Filme cristão de baixo orçamento vira fenômeno nos cinemas e causa espanto em Hollywood


fime cristãoUm filme cristão de baixo orçamento e que arrecadou, até agora, 16 vezes o valor de seu custo, tornou-se o centro das atenções na mídia especializada dos Estados Unidos e tem sido visto, pelos cristãos, como o símbolo de um recado à indústria de Hollywood.

“War Room” (“sala de guerra”, em tradução livre) é uma produção com orçamento de US$ 3 milhões e que arrecadou mais de US$ 50 milhões em bilheteria até agora. O roteiro do filme fala sobre um casal com problemas conjugais que contorna as dificuldades juntos, através da oração.

fime cristão3A produtora do filme, Sherwood Pictures, é a mesma de títulos como “À Prova de Fogo”, “Desafiando Gigantes” e “Corajosos”, e surgiu de um ministério da Igreja Batista de Sherwood.

De acordo com informações do Charisma News, o apoio da American Family Association (“Associação da Família Americana” – AFA) à produção é responsável por parte do sucesso do filme.

“Atuamos em muitas questões pesadas ​​da sociedade, mas nós gostamos de ir ao cinema também”, disse o presidente da AFA, Tim Wildmon. “Quando o entretenimento, no entanto, derruba nossa sociedade e é uma influência negativa sobre os nossos filhos, nós sentimos que devemos intervir. Ao mesmo tempo, quando há opções maravilhosas para as famílias para assistir juntos, nós queremos trazer esses filmes para a atenção de todos. Por décadas, a tela grande tem sido dominada pela violência, sexo, drogas e crime. Mas há um pouco de luz, e as famílias cujos dólares são conduzidos por seus valores terão um grande filme”, acrescentou.

Wildmon comentou ainda a queda na audiência dos cinemas norte-americanos, que tem vivido uma redução no número de pessoas que vão às sessões, e afirmou que o povo está cansado dos excessos, por isso, filmes como “War Room” se sobressaem: “Esperamos que esta tendência seja um vislumbre do que está por vir e nossa cultura mostre alguma evidência disso”.

09/09/2015

Morre aos 101 anos o pastor Enéas Tognini


pastor-eneas-togniniNa madrugada desta quarta-feira (9) faleceu o pastor Enéas Tognini, da Igreja Batista do Povo em São Paulo. O líder religioso tinha 101 anos de idade e foi o fundador do Seminário Teológico Batista Nacional (STBN).

Tognini é reconhecido como um dos maiores responsáveis pelo movimento de renovação espiritual da Igreja Evangélica Brasileira e pela criação da Convenção Batista Nacional, como cita a nota da igreja Batista do Povo.

O velório acontecerá na sede da igreja localizada no bairro da Vila Mariana em São Paulo ainda nesta quarta, o culto fúnebre está marcado para as 19h30 desta quarta e um segundo culto está marcado para quinta-feira (10) às 13h antes do corpo do religioso seguir para o Cemitério São Paulo, onde será enterrado.

A causa da morte não foi comunicada, porém sabe-se que no começo deste ano o pastor Enéas precisou passar por uma cirurgia para a retirada de um tumor no intestino.

Após a cirurgia ele permaneceu por apenas uma semana no hospital e recebeu alta, uma recuperação que deixou a equipe médica bastante otimista. Após esse procedimento ele passou a ter acompanhamento médico em casa.

26/06/2015

Ex-gays contam suas histórias na Câmara a convite de Marco Feliciano


xjoide-miranta-300x200.jpeg.pagespeed.ic.nDNdmtVoVUMarco Feliciano (PSC-SP) realizou na Comissão de Direitos Humanos da Câmara desta quarta-feira (24) uma sessão para ouvir oito pessoas que abandonaram a prática homossexual e alguns especialistas no assunto.

A audiência pública convocada pelo parlamentar com pastores e psicólogos para debater a vida de quem deixa de ser gay tem o objetivo de combater o preconceito sofrido por aquelas pessoas que decidiram não ser mais gays.

Para a audiência foram convidados três pastores, uma missionária, dois psicólogos, um estudante de teologia, e uma estudante de psicologia. Além dos convidados, durante a sessão representantes do Conselho Federal de Psicologia (CFP) distribuíram um material sobre o posicionamento da entidade.

O CFP proíbe os profissionais da área de abordarem o tema. Durante a audiência, o vice-presidente do órgão, Rogério de Oliveira Silva, lembrou que o conselho proíbe os psicólogos do país de tratar de casos de homossexualidade, sob ameaça de punição da entidade.

Alvo do movimento gay desde 2013, quando foi presidente da CDHM, Feliciano é pastor evangélico e sua intenção é debater o posicionamento das pessoas convidadas sobre a questão e os problemas por elas enfrentados na sociedade.

No depoimento dos convidados todos apontaram abusos sexuais e abandono como causas por terem desenvolvido o comportamento homossexual e defenderam que as pessoas que deixaram a prática homossexual tomaram tal decisão por estarem certas de que não nasceram gays.

Os convidados também reclamaram da dificuldade de conseguir ajuda, tanto psicológica quanto médica, para tratar seus casos quando decidiram mudar de orientação sexual.

O pastor, professor e radialista Arlei Lopes Batista, afirmou que mesmo nas igrejas encontrou dificuldades para conseguir ajuda. “Eu encontrei a fé cristã e meu início foi muito difícil porque ela também não está preparada para essa acolhida”, disse

Fonte: Gospelprime

01/10/2013

Quem crê em Deus também pode ficar depressivo, diz Silas Malafaia


Quem crê em Deus também pode ficar depressivo, diz Silas MalafaiaO pastor Silas Malafaia escreveu em sua coluna “Pastor Silas Responde”, no site VERDADE GOSPEL, que um cristão pode sim ter depressão. A doença tem atingido cada vez mais pessoas nas últimas décadas e não faz distinção de idade, classe social, sexo ou religião.

“A depressão é um problema endógeno (bioquímico e emocional) que altera a forma como a pessoa enxerga a si própria e os outros, interpreta a realidade e manifesta suas emoções”, explica o pastor que é formado em psicologia.

Na explicação de Silas Malafaia a depressão é um problema bioquímico e emocional que pode ser causado por diversas situações. Os sintomas principais são o humor rebaixado, angústia, tristeza, sensação de vazio e a redução da capacidade de sentir satisfação.

“Assim, alguém em estado depressivo normalmente não tem vontade de fazer nada e pode ver-se dominado por desânimo, apatia, desesperança, sentimentos de perda e fracasso, falta de energia ou impaciência para realizar até as tarefas mais simples, como tomar banho, ver televisão ou comunicar-se com alguém”, diz.

Na visão do pastor uma pessoa que crê em Deus pode sim ficar deprimida e esse estado pode até mesmo prejudicar sua fé. “A pessoa deprimida fica triste e apática, e pode deixar de orar, de ler a Bíblia, de ir à igreja, e até ser levada a pensar que Deus a abandonou.”

Malafaia adverte para os religiosos que têm mania de espiritualizar tudo e, sem saber as causas da depressão, acabam dizendo que a doença é obra satânica. “Sendo o homem é uma unidade psicossomática, tem um corpo, uma alma e um espírito, que estão intrinsecamente interligados. Por isso, doenças emocionais e espirituais podem acarretar enfermidades físicas, e vice-versa.”

“Nem toda enfermidade mental ou emocional é causada por culpa ou por espíritos malignos. É preciso investigar cada caso, para averiguar a causa do problema e buscar o tratamento mais adequado”, ensina o pastor.

Como psicólogo, Silas Malafaia indica que as pessoas depressivas precisam procurar ajuda de médicos psiquiatras e também de terapeutas para poder se recuperar. “Quanto antes ela identificar o problema e buscar uma solução, mais rápido será a saída do túnel escuro da depressão.”

29/09/2013

Igreja no RJ troca doces de Cosme e Damião por doces ‘santos’ e causa polêmica


Igreja no RJ troca doces de Cosme e Damião por doces ‘santos’ e causa polêmica Igreja no RJ troca doces de Cosme e Damião por doces ‘santos’

Nesta sexta-feira (27) a igreja Projeto Vida Nova, na Vila da Penha, organizou uma ação voltada para crianças para impedir que elas consumissem os doces entregues pelo dia de Cosme e Damião.

Cada criança que chegasse com um desses doces entregues por membros de religiões de matriz africana recebeu outro pacote de doces, sem a consagração aos dois santos.

O pastor Isael Teixeira foi entrevistado pelo jornal Extra e deixou claro que esperava receber mil crianças na igreja, mas que nenhuma delas seriam obrigadas a devolver o doce recebido pelas outras religiões.

“É apenas um convite. Só entrega os doces quem quer”, disse ele. Teixeira também disse que os doces que forem entregues seriam queimados. “Geralmente, os saquinhos são queimados, representando fim de todo o mal que, por ventura, foi direcionado às crianças”.

Na visão da igreja, e de outros grupos evangélicos, os doces entregues nesta data são amaldiçoados, uma vez que foram consagrados para entidades malignas.

“A gente pede para trocar o doce abençoado (da igreja) pelo amaldiçoado. Nosso projeto é um meio de trazer as crianças (que não são evangélicas) para o bem, livrando-as do mal. Se a criança come doce (de rua), pode plantar uma semente dentro dela. Eles (outros religiosos) invocam os espíritos para que entrem nos doces”, explicou o pastor.

Os 70 templos da Projeto Vida Nova entregaram cerca de dez mil saquinhos de doce contendo geleia, pipoca doce, bananada e pirulito. Junto com as guloseimas vem também uma Bíblia que serve para evangelizar as crianças não evangélicas dos bairros.

Esse foi o 20º em que a igreja promoveu essa troca de doces, a cabeleireira Raquel Cristo, 36 anos, se converteu há pouco tempo e se tornou voluntária há três anos para ajudar na entrega dos doces gospel.

Raquel vem de uma família espírita e conta que sua mãe entregava doces nessa época depois de consagrá-los aos santos Comes e Damião. “Minha mãe foi espírita e nós vivíamos doentes. Ela fazia mesa de doces de Cosme e Damião e chamava sete crianças para comê-los. Hoje, acredito que a função disso era transferir a nossa doença para elas”, relata.

O jornal Extra foi questionar o babalaô Ivanir dos Santos, presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), sobre o que ela achava da iniciativa da igreja e o religioso disse que a ação “dá sentido a uma mentira”.

“Demonizar a fé de outra religião e ter um mesmo sentido, que é o doce, é um ato de intolerância. E isso, sim, é pecado.”

A vice-presidente do Movimento Umbanda do Amanhã (Muda), Marilena Mattos, também considera a ação como uma intolerância religiosa. “Isso é um fiel retrato da intolerância religiosa. Eles estão mostrando que não aceitam a Umbanda como religião, pois estão denominando nossos rituais como sendo do mal”, disse ela.

25/09/2013

Pastor Lucinho Barreto critica falta de banda gospel no Rock in Rio


Lucinho-Barreto-205x155O pastor Lucinho Barreto, líder dos jovens da Igreja Batista da Lagoinha, foi entrevistado pela equipe do G1 de Goiás nesta segunda-feira (23) quando participava de um congresso evangélico voltado para adolescentes.

Lucinho falou sobre a técnica que ele desenvolveu para chamar a atenção de seu público alvo e ainda comentou sobre o Rock in Rio, evento musical que aconteceu nos últimos finais de semana no Rio de Janeiro.

O pastor criticou a falta de bandas gospel e ainda falou da falta de segurança do evento e da quantidade de pessoas que entraram em coma alcoólico. “Chamaram artistas de vários ritmos para tocar, mas nenhum gospel. E outra, pessoas chegaram até mim dizendo que foram roubados, viram outros usando drogas, entrando em coma alcoólico”, disse.

Apesar de aconselhar seus fiéis a não irem no evento, “a não ser que seja com os pais”, Lucinho Barreto não acha que o festival tem que acabar. “Não acho que deve acabar e também não é uma caça às bruxas, que isso fique bem claro.”

O pedido de Lucinho para ter uma banda evangélica no festival não é algo impossível, na edição de 2001 a banda Oficina G3 foi convidada a se apresentar no Rock in Rio e também o grupo Os Nazarenos representando o gospel nacional.

Trabalhando com jovens há mais de 20 anos, o pastor foi o criador do lema “Loucos por Jesus” e usa estratégias radicais para atrair a atenção para a mensagem bíblica. “Se não for radical, não toca o jovem”, disse ele.

“Quem me conhece sabe as loucuras que já fiz. Subi na mesa da praça de alimentação de um shopping para pregar e também já subi em trio elétrico”, lembra Lucinho dizendo que a polêmica foto onde ele aparece “cheirando” a Bíblia não foi a maior loucura já feita.

23/09/2013

Rock in Rio termina com grito de “o mal permanece para sempre”


rock rioPastor dá seu testemunho a fãs de heavy metal

O grupo inglês de heavy metal Iron Maiden encerrou o festival Rock in Rio, que teve público total de 600 mil pessoas. Às 0h10 desta segundo, iniciou sua apresentação, que segundo o jornal Estado de São Paulo “parecia anunciar mesmo o Apocalipse”.

Na introdução surgiram imagens nos telões mostrando destruição de forças da natureza. Logo depois, apareceu Jesus Cristo em um crucifixo prestes a incendiar. O vocalista, Bruce Dickinson, instigava o público a cantar junto músicas conhecidas como “The number the beast”, cujo letra anuncia “Ai de vós, ó terra e mar/ Pois o demônio envia a besta com ódio/ Porque ele sabe que o tempo é curto/O ritual começou, o trabalho do satanás está feito/ 666, o número da besta/ Está havendo sacrifício esta noite”.

Durante mais de uma hora, a banda tocou acompanhada pelo seu famoso “mascote” Eddie, um morto-vivo que aparecia soltando fogo pelo crânio nos telões atrás do palco. Perto das duas da manhã, encerrou-se o Rock in Rio 2013 com o Iron Maiden anunciando na última música “O mal permanece para sempre/ O mal que os homens fazem permanece para sempre!/ Círculo de fogo, meu batismo de alegria parece terminar/ A sétima ovelha morta, o livro da vida está aberto diante de mim”.

Mas esse não foi o único momento de trevas no espetáculo. No final da noite de domingo, quem estava no palco era a banda Slayer. Segundo o site Globo.com “O inferno não é mais o mesmo, mas continua cozinhando como sempre. Sem o ídolos Jeff Hanneman (morto este ano), o Slayer aterrorizou os fãs no último dia de Rock in Rio neste domingo com o peso e a velocidade que se esperava”.

Entre as músicas mais conhecidas, estava “Disciple”, onde o vocalista grita “God hates us all” (Deus odeia a nós todos). O final da apresentação que teve o símbolo satanista do pentagrama no telão de fundo quase o tempo todo, foi com “Angel of Death”, que diz “Podre anjo da morte/ Voando livremente/ Monarca do reino dos mortos/ Infame sanguinário/ Anjo da morte”

Na quinta, 19, o Rock in Rio já havia mostrado uma noite de heavy metal, que teve invocação satânica e cruzes invertidas, durante uma “missa negra” do grupo Ghost BC.

Entre os presentes no Rock in Rio esses dias estava um pastor que pode contestar quem acredita que trata-se de algo inocente, apenas diversão musical. Ele sabe das implicações de se dedicar a esse tipo de invocação e o preço que elas trazem, pois quase teve sua vida destruída por elas.

Marcos Motolo, já foi considerado o maior fã do Iron Maiden no mundo, com 172 tatuagens. Ele estava no Rock in Rio para dar testemunho de sua transformação de rockeiro ateu em missionário. Ele traz em seu corpo inclusive o 666, em homenagem a canção “The number the beast”. Mas usa isso para pregar “Eu não acredito que nada que eu tenha venha me prejudicar de alguma forma. A Bíblia fala que nenhuma condenação existe quando a pessoa encontra Cristo. Por isso que você vê muito ex-matador, ex-traficante ou ex-roqueiro que vira pastor”. Conta ainda que 8 tatuagens já desapareceram sem cirurgia. Ele crê que as outras também sumirão. Em um de seus vídeos ele explica “Eu abro a Bíblia e Deus me revela o que aconteceu na vida de qualquer pessoa ali dentro… Desde minha conversão, o Senhor disse que ele ia me levar para os quatro cantos da Terra e, onde eu colocasse meus pés, as pessoas seriam transformadas pelo poder de Deus”.

Ele se converteu em 2005. Conheça seu testemunho

23/09/2013

Ativistas lançam campanha nas redes sociais para incentivar beijos gay durante cultos com pastor Marco Feliciano


Durante o Glorifica Litoral no último fim de semana, o pastor Marco Feliciano mandou prender duas jovens que estavam se beijando.

As provocações por parte dos ativistas gays ao pastor Marco Feliciano (PSC-SP) após a polêmica do beijo gay durante sua pregação no Glorifica Litoral no último fim de semana deverão aumentar nos próximos dias.

campanha-ativistas-gays-200x145Open in new windowUma campanha iniciada por Gustavo Don pede aos ativistas que “curtiram” sua página, Beijos para Feliciano, enviem fotos suas se beijando durante pregações do pastor para serem publicadas na rede social. A Beijos para Feliciano possui mais de 38 mil adeptos.

“Nada melhor do que expressar o nosso amor contra o ódio e o preconceito. Envie sugestões de fotos, sua ou de famosos, artes digitais, pinturas, etc”, pede o autor da campanha.

Um blog chamado AcidBlackNerd comentou a campanha e criticou a iniciativa: “Já que os militantes radicais já estão recorreiramente invadindo cultos religiosos não vai demorar muito até que esses ambientes sejam aos poucos invadidos por militantante beijoqueiros que não respeitam nada nem ninguém”, publicou.

O texto ainda afirma que quando uma página ativista “conclama as lésbicas para irem se beijar em cultos, estão oficialmente declarando que a lei que protege os praticantes de um culto de serem vítimas de escárnio durante suas cerimônias não precisa ser aplicada, pois aqueles declarados como ‘menos que humanos’ não merecem os mesmos direitos que os demais humanos”.

Fonte: Gospel+

 

21/09/2013

Pastores da AD sobrevivem a grave acidente de carro no interior de SP


Pastores da AD sobrevivem a grave acidente de carro no interior de SPQuem vê a imagem desta Hilux completamente destruída não consegue acreditar que os três passageiros que estavam dentro dela conseguiram sobreviver sem nenhuma gravidade.

O milagre aconteceu com os pastores Eloísio Viana, José Felipe da Silva e José Luiz de França que saíram de São Paulo na última quinta-feira (12) com destino à Birigui, no interior do Estado, quando ao se aproximarem da cidade de Lins se envolveram em um acidente.

De acordo com o blog do pastor José Wellington Bezerra da Costa, quem dirigia o veículo era o pastor José Felipe que dormiu no volante perdendo o controle do veículo. O resultado foi que o carro capotou por três vezes.

Os pastores assembleianos não tiveram ferimentos e glorificaram a Deus por este livramento assim como suas respectivas igrejas e famílias. “Toda Igreja em São Paulo agradece ao Senhor Jesus por ter preservado a vida destes grandes lideres, que, com dedicação tem servido a obra de Deus em todo Brasil”, diz o blog.

Os pastores participariam de um culto de ação de graças pela vida do pastor presidente da Igreja em Birigui, o pastor Emanuel Junior.

20/09/2013

Assessoria de Marco Feliciano divulga vídeo de beijo gay durante culto


Assessoria de Marco Feliciano divulga vídeo de beijo gay durante cultoA assessoria do deputado federal, pastor Marco Feliciano, divulgou em seu canal do Youtube o exato momento em que duas jovens são presas no domingo (15), durante o Glorifica Litoral, depois de se beijarem. Ao contrário do que foi mostrado pela imprensa, as jovens foram erguidas por seus amigos e começaram a se beijar com a intenção de provocar o pastor.

O locutor do evento chegou a alertar aos presentes que pela lei o local de culto é protegido e que a polícia estava ali para intervir em qualquer manifestação que tivesse o objetivo de prejudicar a reunião religiosa.

As jovens aparecem se beijando entre os fiéis enquanto o pastor se preparava para iniciar a pregação. Joana Palhares, de 18 anos, e Yunka Mihura, de 20, foram retiradas pela Polícia Militar e depois de serem levadas à delegacia passaram a afirmar que foram agredidas pelos policiais.

Para o colunista da Veja, Rodrigo Constantino, o episódio mostra que os homossexuais são os mais intolerantes. O jornalista também afirma que o beijo não foi inocente, mas que as garotas foram até o local de culto com a intenção de “chocar”, “prejudicar” e “avacalhar” o culto evangélico.

Rodrigo afirma que muitos do movimento gay se julgam acima da lei e que se a situação fosse contrária, se Feliciano fosse para uma parada gay se manifestar contra a homossexualidade, certamente seria hostilizado.

“Infelizmente, o movimento gay não parece mais lutar por direitos, e sim por uma agenda coletivista, autoritária e intolerante. São os “fascistas do bem”. Julgam-se detentores de uma causa tão nobre que não enxerga mais indivíduos do outro lado, e não quer saber de limites, nem mesmo os legais”, escreveu Rodrigo.

O colunista também afirma que Feliciano representa milhares de eleitores e milhões de crentes evangélicos e que estes merecem respeito. “O movimento gay precisa entender isso. Caso contrário, vai apenas prejudicar os gays que querem apenas preservar sua liberdade individual, sem, todavia, impor essa agenda política de intolerância”, escreveu.

O pastor Marco Feliciano desabafou no Twitter dizendo que só “fazem isso contra evangélicos porque somos pacatos, de paz…”. Silas Malafaia também criticou a atitude das ativistas e disse que as jovens mereciam ser presas.

Assista:

 

%d blogueiros gostam disto: