Posts tagged ‘tv globo’

13/09/2013

Thalles grava participação no Programa do Jô


 

Thalles grava participação no Programa do JôO cantor Thalles Roberto gravou nesta quinta-feira (11) uma participação no Programa do Jô, na TV Globo, e usou as redes sociais para comunicar seus fãs do que ele chamou de “realização de um sonho”.

Ao postar a foto da porta do Camarim 2, Thalles escreveu: “Deus hoje esta realizando um dos meus maiores sonhos… Estou gravando hoje o #ProgramadoJo. Oportunidade poderosa de levar o Evangelho do Reino com inteligência e verdade! Deus abriu essa porta! Orem por mim, todos os que me amam e acreditam no meu ministério! #sejamcheiosdoespiritosanto”.

A gravação do programa será realizada em duas etapas, a primeira foi a gravação da apresentação musical, Thalles terá menos de três minutos para cantar uma de suas canções. Já na segunda-feira (16) o cantor volta ao estúdio para ser entrevistado. Não há data confirmada para a apresentação do programa.

Essa não é a primeira vez que Thalles Roberto participa de um programa da TV Globo, meses atrás ele esteve participando do programa “Esquenta” apresentado por Regina Casé. O programa Altas Horas também convidou o cantor que lembrou de seu tempo como backvocal do Jota Quest e ainda mostrou seus sucessos no gospel.
Fonte: Gospel prime

19/12/2012

Thalles fala sobre sua vida antes de Jesus


“Eu estava em um hotel em Curitiba com um amigo no quarto, a gente estava usando drogas. Ele começou a me agredir com algumas palavras, dizendo que meu objetivo era destruir a vida das pessoas. Ele me ofendeu muito. Naquele momento eu comecei a refletir sobre tudo o que eu estava fazendo”, diz Thalles em entrevista ao G1.

Hoje casado e pai de dois filhos, de três e cinco anos, o cantor e pastor evangélico é o maior sucesso de público gospel brasileiro. Foi o maior vencedor do ‘Troféu Promessas de 2012′ e cantou no festival homônimo, transmitido pela TV Globo no último sábado (15).

Confira a entrevista:

Quando comecei a acompanhar a música gospel, ainda estava no Jota Quest. Ouvia a Ana Paula cantando e me sentia intrigado. Como uma pessoa no começo de sua juventude abria mão disso para viver Deus? Não era o que eu vivia, e isso me deixava confuso. Hoje consigo entender uma pessoa jovem dar sua vida para Deus. O jovem quer curtir, quer balada, quer festa, quer aproveitar sua juventude. Ela gastou a juventude dela falando de Deus. Isso é um exemplo para todos nós.

O que te fez mudar de ideia?

Foi a minha conversão mesmo. A minha aceitação de Jesus como Salvador. Mudei de opinião e comecei a olhar as coisas com a perspectiva de Deus. É muito legal ser um instrumento, andar pelo Brasil falando de Deus. Hoje faço parte desse time.

Metade das atrações do Festival Promessas (Thalles, Diante do Trono e André Valadãox) veio de uma igreja só, a Batista da Lagoinha de Belo Horizonte. É uma igreja milagrosa? Qual é sua história nela?

Ela é muito especial. A música gospel mineira tem uma proporção gigantesca no meio. Tem uma pessoa especial, o pastor Márcio Valadão, pai do André e da Ana Paula. E é “meu pai” também, me ajudou muito no início da carreira – financeiramente, espiritualmente, como amigo, orando por mim, pagando minhas dívidas, minhas contas, me aceitando e deixando participar do culto. Lá é sim um celeiro de talentos.

Quanto tempo você tem de carreira, e quanto na música evangélica?

Eu canto desde cinco anos, estou com 35. Carreira eu considero desde que se começa a levar a música a sério. Aos 15 anos eu decidi não fazer nada além de cantar. Então são 20 anos. Música gospel são três anos. É um tempo curto para esse nível de reconhecimento. Mas eu acredito que é uma coisa de Deus mesmo, ele me separou para fazer isso.

Thalles durante gravação do CD e DVD ‘Uma história escrita pelo dedo de Deus’

Qual a diferença, para você, entre ser músico e ser músico gospel?

A mensagem mesmo. O que o músico secular que falar é da vida dele – amor, namoros, traições, noitadas. A gente fala das nossas experiências com Deus. A alegria que sentimos, a bênção que é você não guiar sua vida, mas deixar Deus dirigir tudo.

No clipe de ‘Deus da minha vida’ você conta uma história sobre iluminação. Como aconteceu?

Eu estava em um hotel em Curitiba com um amigo no quarto, a gente estava usando drogas. Ele começou a me agredir com algumas palavras, dizendo que meu objetivo era destruir a vida das pessoas. Ele me ofendeu muito. Naquele momento eu comecei a refletir sobre tudo o que eu estava fazendo, a maneira que estava conduzindo minha vida, minhas baladas, noitadas, “chapações”. Meu contato com a droga vinha me prejudicando e também às outras pessoas. Decidi voltar para a Casa do Pai. Foi como se a luz de Deus viesse dentro do meu quarto e dissesse: “Meu filho, você esta perdido pra caramba, precisa endireitar seu caminho”.

Era uma viagem de turnê?

Estava em turnê com o Jota Quest.

E como você fez? Anunciou no outro dia que ia sair da turnê?

Comecei a pedir para Deus em orações para mostrar o meu caminho. Eu não tinha como sair, dali eu tirava meu pão, o sustento da minha família. E Deus começou a me levar para o caminho que ele tinha para mim. As coisas começam a acontecer sem que você tenha controle sobre elas. As portas começaram a se abrir. Depois disso eu ainda fiquei dois anos no Jammil e Uma Noites. Depois é que eu realmente decidi sair. Primeiro eu parei de fumar, de usar drogas, de me prostituir. Fui cortando tudo o que me atrapalhava e atrapalhava a vida das pessoas.

Se prostituir em que sentido?

No sentido de pegar todo mundo, pegar mulher casada, ficar com um monte de mulher, fazer suruba, rolava tudo. Aí Deus foi me ensinando que a vida não era assim, eu tinha sido criado para ter uma família, para viver uma vida em paz.

Você já compôs para artistas seculares como Seu Jorge. Pretende continuar fazendo isso?

Não, agora estou 100% com o gospel. A gente fala da nossa verdade, e aquilo não é minha verdade. Eu faço algumas músicas românticas, canto para minha esposa. Talvez no futuro a gente possa gravar um disco de músicas românticas para a família.

Seu show tem presença de black music. Quais são suas influências musicais?

Lionel Ritchie, Stevie Wonder, Michael Jackson, Lenny Kravitz, Dianna Ross. Foram as coisas que eu mais ouvi. Também Mariah Carey, Boyz II Men.

Ainda escuta música secular?

Hoje eu não ouço nem música secular nem gospel. Eu quero tirar a minha essência do coração.

Como você avalia hoje sua experiência no Jota Quest?

Foi muito positivo. Eu sou amigo dos meninos até hoje, a gente conversa sempre. Acho que eu aprendi muito ali. Acho que meu som não tem nada a ver com Jota Quest. Mas aprendi a passar a verdade ali no palco. Ter presença de palco, fazer entrevistas. Foi um tempo de muito aprendizado em todos os aspectos.

Mas voltaria para uma turnê?

Não, em hipótese alguma.

Fonte: G1

27/11/2012

Congresso em Recife ganha destaque na TV Globo


Congresso em Recife ganha destaque na TV GloboA TV Globo do Nordeste destacou na 2ª edição do programa NETV o Congresso de Avivamento Despertai que aconteceu na capital pernambucana no último final de semana reunindo mais de 4 mil pessoas.

Esta foi a 22ª edição do evento que é organizado pela Associação Vitória em Cristo tendo o pastor Silas Malafaia e o conferencista internacional Dr. Samuel Chand como preletores.

A parte musical contou com a participação dos cantores Jotta A, Dayan Alencar, Danielle Cristina, Nani Azevedo, Jozyanne, Raquel Mello, Rachel Malafaia e Marquinhos Menezes e Lilian.

Evangélicos de diferentes denominações lotaram o Centro de Convenções em Pernambuco nos três dias de congresso. A AVEC comemora que neste evento mais de 50 pessoas entregaram suas vidas a Cristo.

A reportagem conversou com alguns participantes e também mostrou partes da ministração de Malafaia e um trecho do momento de louvor.

Fonte: Gospel Prime

24/11/2012

Globo se aproxima dos Evangélicos tentando diminuir a aversão pela emissora – diz colunista


Os cristãos evangélicos, não numa totalidade, mas uma grande parte vêem os programas apresentados pela Rede Globo como, em alguns casos afrontas a fé cristã/evangélica. O colunista da Folha publica um post falando sobre este tema e aborda a tentativa da emissora em “aplacar a ira santa” se aproximando dos evangélicos.

Tony Góes, publicitário e colunista do jornal Folha de S. Paulo, disse em uma publicação que aproximação da TV Globo em relação aos líderes evangélicos seria para “aplacar a ira santa”.

Tony afirma que a aproximação da emissora com a comunidade evangélica seria um contra-ataque à Igreja Universal do Reino de Deus que controla a Record, que segundo ele, “não perde uma oportunidade para pintar a Globo como uma das sucursais do inferno na Terra”.

O colunista comenta que para “aplacar a ira santa”, a Globo transmitirá em dezembro mais uma edição do festival “Promessas”, de música gospel e que com sentido comercial, “recheou” o elenco de sua gravadora Som Livre com “astros do gospel”, já que estão entre os poucos que ainda costumam vender muito bem.

Com relação as reuniões que a cúpula da emissora tem realizado com lideranças evangélicas, estreitando laços com o segmento que não para de crescer no Brasil, Tony levanta a questão do sentido de tal aproximação.

“O que isto quer dizer? Que vai diminuir o número de personagens homossexuais nas novelas? Que as periguetes vão trocar os shorts minúsculos por mangas compridas e saias até o chão? Ou é só diplomacia?” questiona o colunista.

Para Tony, as reações serão diversas já que entre os evangélicos não há um pensamento unificado, “são muitas as correntes”, tornando uma situação para ele interessante de se acompanhar já que também observa que a “reação do resto da sociedade” tem mostrado “sinais de desconforto com a intromissão do conservadorismo religioso na vida comum – haja visto o resultado da eleições em São Paulo. Vem uma briga boa por aí”, Conclui Tony Góes.

Fonte: inforgospel

11/11/2012

Público Evangélico terá mais investimentos da Globo além do “Festival Promessas”


Os evangélicos, segundo o colunista Lauro Jardim do Radar on-line da revista Veja é um público que esta agradando os produtores de eventos da Rede Globo. Além do Festival Promessas anunciado para ir ao ar dia 15 pela emissora está também preparando a Feira Internacional Cristã para mês de julho/13 em SP. A Rede Globo investiu em 2011 no Festival Promessas que foi realizado no Rio de Janeiro e conseguiu reunir um público de 20 mil pessoas no local do evento, conforme divulgado e neste ano/2012 os organizadores vão promover o evento em São Paulo no dia 08/12, no Campo de Marte. O show terá exibição nacional pela TV Globo no dia 15/12 como nomes de expressão nacional da música gospel (veja matéria). A expectativa de público para o evento no dia 08/12 é de 100 mil pessoas entre evangélicos e não evangélicos que gostem da música gospel participando do evento, é o esperado pelos organizadores.

Diante desta realidade acontecida no Festival Promessas de 2011 no Rio de Janeiro e a expectativa para o evento de 2012, a Globo dará mais um passo rumo ao público evangélico. A Geo Eventos, empresa de entretenimento que organizou o evento no Rio em 2011 e esta responsável pelo de 2012, e que  faz parte do grupo, fará a Feira Internacional Cristã, em julho, em São Paulo(segundo Lauro Jardim).

A ideia é rivalizar com a ExpoCristã, que já está sendo preparado um evento pelo grupo EBF Comunicações que vai promover o Prêmio de Excelência Cristã – Revista Igreja, a ser realizado no dia 10 de dezembro de 2012, às 20 horas, no Salão Nobre do Maksoud Plaza, em São Paulo. Na noite de premiações será lançada a EXPOCRISTÃ 2013 – o maior evento internacional de produtos e serviços para cristãos, que acontecerá em setembro/13., a maior do setor na América Latina.

Fonte: Creio.com.br.

04/10/2012

Conferência Oxigênio reúne 5 mil jovens em Recife


Conferência Oxigênio reúne 5 mil jovens em RecifeEntre os dias 28 e 30 de setembro mais de 5 mil jovens estiveram reunidos na cidade de Recife (PE) para participar da Conferência Oxigênio. O evento teve participações musicais, palestras e oficinas referentes a diversos temas ligados ao universo evangélico.

O encontro tem como objetivo influenciar a juventude através do exemplo, falando de projetos sociais e missionários. Dezenas de voluntários participam deste evento unindo forças para que o evento cumpra seu papel, atingindo e incentivando os jovens e tomarem novas atitudes.

Este ano os palestrantes convidados foram Sérgio Pavarini, Sandro Baggio, Rodolfo Abrantes, Guilherme Franco, Luke Greenwood, Marcos Almeida, Ariovaldo Jr, Carlos Queiroz e outros.

Já o louvor ficou por conta de das bandas Oficina G3, Filipe Flakes, Hibernia, Resgate, Tanlan e a participação internacional da banda Leeland.

O evento repercutiu na capital pernambucana e ganhou destaque no jornal regional da transmissora da TV Globo no Estado.

Fonte: Gospel prime

 

%d blogueiros gostam disto: