Posts tagged ‘União do Povo de Deus’

09/04/2018

Mais de 200 cristãos mortos na Nigéria por milícia islâmica este ano


Centenas de cristãos foram mortos desde o início do ano, resultado dos ataques coordenados das milícias islâmicas da etnia fulani na Nigéria. Segundo um novo relatório, esses jihadistas já superaram o Boko Haram como a maior ameaça na região norte da África.

Somente em março, foram 27 ataques a aldeias, que deixaram 225 cristãos mortos e forçaram mais de mil famílias a fugirem de suas casas. Igrejas foram queimadas e muitas propriedades destruídas. Foi o mês mais violento nos últimos dois anos, o que deixa a comunidade cristã do país preocupada sobre o crescimento da violência.

Segundo a organização de direitos humanos International Christian Concern (ICC), que produziu o relatório, o governo nigeriano não tomou nenhuma medida eficaz para que a perseguição acabe. O presidente Muhammadu Buhari é muçulmano e há vários relatos que ele ignora as denúncias contra os jihadistas.

A ICC diz que, em mais de 75% dos casos, os fulani atacaram civis desarmados e indefesos. Em contraste, o Boko Haram matou 37 pessoas no mesmo período, muitas das quais eram militares envolvidos em combate.

O documento da ICC afirma que “Esta situação séria requer uma resposta séria”. Exigiu uma posição do governo, que insiste em dizer que são conflitos tribais, quando fica evidente que o assassinato em massa é coordenado e os fulani estão recebendo armamentos do exterior.

Além de matar e expulsar os cristãos das aldeias, os jihadistas ficam com suas terras, animais e propriedades. Os fulani são uma das maiores etnias da África, sendo majoritariamente muçulmanos.

Embora o governo nigeriano venha tratando esses ataques como conflitos étnicos, existem vários relatórios que os homens estavam fortemente armados e alguns ataques tiveram cobertura de helicópteros. Com informações de Persecution

15/05/2012

Marcha para Jesus no Rio de Janeiro promete marcar o Brasil


No sábado, 19 de maio, o Rio de Janeiro receberá a edição 2012 da Marcha para Jesus. O evento que se consagrou como uma das maiores mobilizações da cidade, promete nesse ano superar o público de 200 mil pessoas alcançadas em sua última edição.

Dirigida peloCOMERJ, a Marcha para Jesus do Rio em 2012 será presidida pelo Pastor Silas Malafaia e coordenada no segundo ano consecutivo pelo Pastor Alexandre Isquierdo. A Marcha para Jesus promete fazer história e levar neste ato de fé, uma mensagem em favor da família e da vida, numa proposta de mudança para o Brasil, que somente em Jesus se pode encontrar.

O evento

A Marcha para Jesus Rio 2012, iniciará às 14 horas do dia 19 de maio, com saída da Central do Brasil. No decorrer do caminho, vários Trios Elétricos embalarão o percurso com muita música até o final do trajeto na Praça da Cinelândia, em frente à Câmara dos Vereadores, onde um grande palco estará montado e pronto para receber o público e uma palavra de fé ministrada pelo Pr. Silas Malafaia aos moradores do Rio de Janeiro, ao lado dos pastores Abner Ferreira, Marco Antônio e Marcus Gregório.

Além do público, vários convidados e participações musicais farão da Marcha para Jesus uma grande festa. Vários nomes foram confirmados, como o cantor Thalles Roberto, conhecido nacionalmente por sua musicalidade, outra participação confirmada é a revelação da música gospel, o cantor Jota A; ministro de louvor e dono de uma das vozes mais respeitadas no seguimento gospel, Davi Sacer estará presente, três dos principais grupos de louvor do Brasil farão parte do evento, Renascer Praise diretamente de São Paulo, Ministério Apascentar e Comunidade Evangélica da Zona Sul, o roqueiro PG confirmou sua presença, assim como o grupo Quatro por Um, com repertório formado por músicas conhecidas em todo Brasil, Regis Danese fará sua primeira participação na Marcha do Rio, outro estreante é o cantor e compositor Nani Azevedo, as mulheres serão muito bem representadas por JozyanneEyshila e Lea Mendonça, o grupo Kainón traz para o palco um ritmo bem regional e outra presença marcante será a linda voz deGabriela Rocha, que ao lado de Thalles Roberto fará uma participação especial, além do Gospel Night com DJ Marcelo Araújo, que será o responsável por manter o ritmo nos intervalos dessa, que promete ser a maior Marcha para Jesus de toda a história do Rio de Janeiro.

Como começou

A primeira Marcha para Jesus aconteceu em 1987 na cidade de Londres (Inglaterra) e foi fundada pelo pastor Roger Forster, pelo cantor e compositor Graham Kendrick, Gerald Coates e Lynn Green. No início, a intenção era tirar a igreja das quatros paredes e mostrar que ael estava viva e presente na sociedade. O resultado desse evento foi bastante produtivo.

Em 1989, mais de 45 localidades marcharam juntas em todo o Reino Unido, inclusive em Belfast (capital da Irlanda), onde 6 mil católicos e protestantes se reuniram, num visível sinal de união. Neste dia, 200 mil cristãos estiveram unidos em toda a nação, fato que voltou a repetir em 1990 e 1991.

No Início da década de 90, a Marcha se tornara um evento de proporções continentais, ocorrendo em toda Europa. Em 1992 a Marcha para Jesus já se tornava em um movimento mundial de louvor e adoração a Deus, chegando a outros países da América, África e Asia. No ano de 1993 chega a vez do Brasil realizar a sua primeira edição do evento.

Em 1998, mais de 10 milhões de pessoas em mais de 170 nações, reunindo cristãos de todas as religiões, idade e raças, marcharam para celebrar Jesus. Países como Andorra, Argentina, Austrália, Áustria, Barbados, Bolívia, Botswana, Bulgária, Canadá, Colômbia, Croácia, Cuba, Chipre, Dinamarca, Estados Unidos, Equador, Filipinas, Finlândia, França, Gana, Guiné Bissau, Hong Kong, Itália, Japão, Moçambique, Nepal, Nigéria, Nova Zelândia, Paraguai, Polônia, Porto Rico, Romênia, Rússia, Singapura, e muitos outros, saem todos os anos às ruas para Marchar para Jesus.

Serviços:

Marcha Para Jesus – Rio 2012

Participações: Thalles Roberto, Jota A, Davi Sacer, Renascer Praise, Ministério Apascentar, Comunidade Evangélica da Zona Sul, Regis Danese, Nani Azevedo, PG, Quatro por Um, Jozyane, Eyshila, Lea Mendonça, Kainón, Gabriela Rocha, Ministério Gospel Night e DJ Marcelo Araújo.

Preletor: Pastor Silas Malafaia, Pastor Abner Ferreira, Pastor Marco Antônio e Pastor Marcus Gregório.

Data: 19 de Maio de 2012

Local: Saída às 14h na Central

Evento Gratuito

E-mail: assessoria@gnproducoes.com.br

Informações: www.marchaparajesusrio.com.br

Telefone Informações: (21) 3738-1310 – (21) 3738-0310

29/03/2011

Igrejas se unem para evangelizar durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres


 Igrejas se unem para evangelizar durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres

Treze eventos de capacitação deverão acontecer nos próximos meses para incentivar o espírito de união na propagação do Evangelho e mostrar como as igrejas locais podem colaborar com a sociedade promovendo eventos simples.

Os organizadores esperam que as igrejas trabalhem em conjunto para realizar festivais em suas comunidades durante os Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

Nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, cerca de 250 mil pessoas participaram de 120 festivais comunitários como esses. Em alguns dos eventos desportivos, eles incluíram radiodifusão, telões gigantes, performances, músicas e entretenimento para as crianças com palhaços, pinturas faciais e etc.

Os festivais foram coordenados pela organização australiana Fusion Youth and Community. O diretor, Marty Woods, se mudou para o Reino Unido para compartilhar seus conhecimentos com igrejas que procuram fazer algo similar.

Ele disse: “Festivais comunitários podem posicionar a igreja no centro da vida da comunidade de uma forma altamente estratégica para ganhar almas”.  E explica: “Nessas festas as crianças são as estrelas, os espectadores são atraídos para o centro e, juntos, experimentamos o Reino de Deus.”

Os eventos de capacitação estão sendo coordenados pela More than Gold, que também estará supervisionando trabalhos de caridade e evangelísticos das igrejas durante os Jogos Olímpicos de 2012, e que oferecerá dois modelos alternativos de festival para compartilhar Jesus internacionalmente. Espaços que os receberão incluem Londres, Newcastle, Oxford, Reading, Preston, Croydown, Liverpool e Aylesbury.

Além dos eventos de capacitação, a More than Gold é a anfitriã de 18 apresentações pela Inglaterra e explicam não só o papel dos festivais na comunidade, mas também as oportunidades oferecidas pelo Revezamento da Tocha e do uso estratégico do evangelismo durante a divulgação do esporte.

David Wilson, chefe-executivo da More than Gold, disse: “Atletas de todo o mundo estão em formação, o público no Reino Unido está pensando em quais eventos vai participar, e é tempo de as igrejas realizarem seus próprios planos. Este cenário dá-lhes a ajuda que precisam. ”

Fonte: Christian Today / CPAD News

07/03/2011

Chilenos se reúnem para um dia de oração


       Chilenos se reúnem para um dia de oração

Nesta sexta-feira, mais de 3 milhões de pessoas em todo o mundo estarão orando por questões em comum, com serviço preparado e escrito pelas mulheres do Chile, na América do Sul.

O Dia mundial oração ocorre toda a primeira sexta-feira do mês de março, sendo um movimento iniciado por mulheres cristãs e realizado em mais de 170 países em todo o mundo, segundo informa a organização no seu site.

O tema da oração para este ano é “Quantos Pães vocês têm?” e o país escolhido para ser realizado o serviço e ter foco na oração foi o Chile.

“As mulheres chilenas estão lutando contra o impacto da globalização e questões ambientais, tais como poluição do meio ambiente e super população nas áreas urbanas,” disse a organização no site oficial dos Estados Unidos.

Na apresentação do serviço preparada e divulgada pelas mulheres chilenas abordou-se 1 Reis 17. 8-16, passagem que fala da viúva de Sarepta que sem ter quase recursos, alimentou a Elias com um pouco de pão. Neste momento se compartilha alguns episódios dos quais o Chile tem enfrentado.

“Foram tempos de compartilhar o pão a partir da pobreza.”

A primeira leitura falou sobre a “repressão e a matança usadas como mecanismo de controle social,” pedindo oração, “pelos pobres e famintos, pelas vítimas da ganância e lucros excessivos.”

“Ensinemos a ter compaixão de todos, para que ninguém fique excluído dos bens que você [Deus] tem posto neste mundo.”

A segunda leitura abordou as zonas das minas de carvão em Lota, no sul do Chile, um dos lugares mais pobres do país e cenário de greves e movimentos trabalhistas até o seu fechamento em 1997. As mulheres sempre foram companheiras de luta de seus homens. Se pede a oração de intercessão pelas “mães que saem de suas casa em busca de pão de cada dia, tendo que deixar seus filhos sós.”

A terceira leitura tratou da época da “ditadura do General Pinochet, depois de um golpe de estado, deixando um grande número de mortos, detidos e desaparecidos.” Faz-se aqui o pedido de intercessão, “pelas mulheres golpeadas, mal tratadas, violentadas, pelas que vivem com HIV/SIDA, pelas que buscam afeto, pelas trabalhadoras mal pagas, pelas que não tem um teto para dormir, pelas irmãs que não tem um pouco de farinha nem um pouco de azeite para amassar o pão de cada dia.”

A quarta leitura fala dos benefícios que a globalização traz para alguns e desperta a ganância dos grandes grupos de poder econômico, “que veem em nosso país uma forma de investir com grandes ganâncias para eles”… “Se pede oração pelas crianças do mundo que vão dormir cada noite com o estômago vazio, pelos homens e mulheres que buscam trabalho e não o encontram.”

“Oremos pelos doentes, os aflitos e tristes, pelos que têm familiares desaparecidos e pelos oprimidos.”

O evento da oração foi originalmente iniciado no sec. XIV, por mulheres nos Estados Unidos e Canadá, em que através da oração iniciaram uma variedade de atividades de apoio à participação de mulheres na obra missionária nacional e estrangeira e essas atividades estivesem ligadas à: identificação com as necessidades das mulheres e crianças, obra missionária, estudos informativos sobre a vida das mulheres em outras partes do mundo, organizações de estruturas interdenominacionais com ação social e solidárias.

O Dia Mundial de Oração nasceu oficialmente em 1926, quando as mulheres da América do Norte distribuíram a liturgia do culto de oração para muitos países e missionários, depois que em 1920, as mulheres do Canadá estabeleceram o dia de oração do Canadá na primeira sexta feira da quaresma.

A coordenação do Dia Mundial de Oração nos Estados Unidos é regido por um movimento interdenominacional conhecido como The Church Woman United (Igreja Unida de Mulheres).

Um comitê internacional formado se reúne em Assembléia a cada quatro anos, e a cada encontro é feito em um país diferente. A primeira sexta-feira de março foi fixada como data oficial da celebração do Dia Mundial da Oração.

Cada Assembléia oferece contribuições especiais ao crescimento do movimento como: compartilhar experiência do DMO, selecionar temas e autoras para elaborar a liturgia, eleger Comitê Executivo.

O primeiro serviço começa no nascer do sol em Tonga, e se moverá em torno do mundo até o por do sol no vizinho Samoa Ocidental. Até esse momento o dia será celebrado em mais de 170 países.


Fonte: Christian Post

 

%d blogueiros gostam disto: